quinta-feira, 1 de março de 2012

Dicas para usar a máquina de fazer pão (mfp)



Desde que comprei a minha mfp, há 3 meses, que ela não tem parado!
Nunca pensei que o pão caseiro fosse tão fácil de fazer e tão bom, e não sinto saudades nenhumas do pão de compra.

Mas tal como com outras máquinas e como estamos a falar de comida, também aqui tive que fazer alguns "ajustes" à minha maneira de usar a máquina e de fazer o pão, para que o resultado fosse mesmo bom e mais ao nosso gosto.
Deixo aqui algumas dessas dicas que funcionam comigo.

Atenção que eu não sou nenhuma especialista em fazer pão, nem estas dicas são verdades absolutas.
Isto são somente dicas que resultam com a minha máquina e que resultam em pães ao gosto cá de casa.

Dicas:

1ª- Há quem diga que a beleza de uma mfp é ter pão quente acabado de fazer pela manhã.
Eu não concordo!
Para mim, a beleza de uma mfp é poder fazer pão em casa, com o mínimo de trabalho, e com um resultado sempre bom, seja a que hora for!

Dito isto, eu não deixo a máquina programada durante a noite, porque cheguei à conclusão que o pão fica diferente de quando é feito no momento, e não nos agrada tanto. Ao deixar os ingredientes parados dentro da máquina durante 5 ou 6 horas, uma parte da farinha começa a fermentar em contacto com a água, e o resultado é um pão mais levedado, mais alto, pouco denso e com uma côdea mole em vez de estaladiça.

Assim, não é preciso deixar o pão a fazer durante a noite. Basta fazê-lo ao fim da tarde para ficar pronto à hora do jantar, e no dia seguinte de manhã ainda estará perfeitamente bom.

2ª-  O método que se usa para medir os ingredientes é muito importante.

No livro que eu utilizo, The Breadmaker Bible, todas as receitas têm as medidas em gramas e ml, e em copos. Consoante a receita, eu uso uma unidade ou a outra.
Se se utilizar a medida em copos e colheres, deve-se usar o copo e a colher que vêm com a máquina.
Se se utilizar as medidas em gramas e mililitros, a melhor maneira é usar a bimby para pesar os ingredientes secos.
Eu faço como se vê na foto: coloco um recipiente vazio em cima da tampa fechada, carrego no botão da balança e vou deitando a farinha e pesando.


3ª- Quando comecei a usar a minha mfp, pensava que não devia abrir a tampa durante o funcionamento, nem interferir nos ingredientes e na massa. Estava totalmente errada!

Agora, em todos os pães que faço, durante o 1º ciclo de misturar e amassar, ou no ciclo em que a máquina apita para juntar mais ingredientes, eu abro a tampa e vejo como está a massa. Olho e toco na massa para perceber se precisa de mais água ou mais farinha. Na maior parte das vezes não preciso de adicionar nada, mas se a massa estiver muito húmida ou muito seca, adiciono um pouco mais de farinha ou de água.
Outra coisa que faço é, com uma espátula de silicone, ajudar a soltar dos cantos a farinha que a máquina não conseguiu misturar.
Notem que não se deve abrir a tampa da máquina durante os ciclos em que a massa está a crescer ou a cozer.


4ª- Quando o pão está pronto, deve-se retirá-lo imediatamente da cuba e colocá-lo a arrefecer numa grelha, para que a côdea não fique mole mas sim estaladiça.
Só se deve cortá-lo quando estiver frio (ou quase frio, se não conseguir esperar).

5ª- Há 2 ingredientes que muitas pessoas tentam reduzir ou não adicionar ao pão: o açúcar e a gordura.
O açúcar é necessário para alimentar o fermento suficientemente depressa para que este faça a massa crescer durante os ciclos da máquina. Em vez de açúcar pode-se usar mel, maple syrup ou sumo de fruta.
A gordura (seja manteiga, azeite ou óleo) ajuda a melhorar a textura do pão, o sabor e a conservar. Um pão sem gordura deve ser comido no espaço de 1 dia, enquanto que um pão que leve gordura dura mais de 3 dias. Eu uso azeite ou óleo de girassol (que é rico em gorduras polinsaturadas).

6ª- As farinhas pré-preparadas são muito práticas, e eu usei-as bastante no início de ter a minha máquina.
No entanto, quando comecei a fazer receitas com farinha simples nunca mais comprei farinhas pré-preparadas.
É extremamente simples fazer um pão a partir de uma receita, usando todos os ingredientes, e é muito rápido. Demora no máximo 5 minutos a colocar tudo na cuba da máquina, e o resultado final é completamente diferente e muito melhor do que com as farinhas pré-preparadas.
É também mais barato e saudável, pois os ingredientes caseiros não têm conservantes e melhorantes artificiais.
Uso um livro de receitas de pão, que foi talvez a minha melhor compra de sempre de livros de cozinha, pois tem imensas receitas, todas diferentes, mas muito boas e todas resultam. As receitas que tenho feito estão todas aqui.

Espero que estas dicas vos sejam úteis.

15 comentários:

  1. Concordo continuo em quase tudo, sobretudo nas farinhas preparadas.
    Já as experimentei quase todas e a nível de custo não compensa de todo, mais vale comparar farinhas sem preparados e fazermos nós as misturas.
    Essa dica do azeite não a conhecia. Eu faço pão 2 vezes por semana e vou congelando e tirando à medida que preciso (não consumimos assim tanto). O pão fica sempre fofinho!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Susana embora não tenha mfp acho as dicas muito interessantes, obrigado pela partilha.

    Beijinho

    Espero que esteja tudo bem aí em casa :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Mónica! Cá em casa estamos todos bem. :-)
      Bjs

      Eliminar
  3. Obrigada pelas dicas! A tua mfp é de que marca? Estou à espera da da lydl mas ainda estou com dúvidas, sobre a marca a adquirir!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá! A minha mfp é Moulinex. Tem 12 programas (os do costume), e comprei numa promoção no Media Markt.
      Obrigada e bjs!

      Eliminar
  4. Muito uteis as tuas dicas Susana (anotadissimas)

    Beijinhos e obrigada pela partilha!!

    ResponderEliminar
  5. Ótimas dicas! Usei pela primeira vez a minha máquina de fazer pão ontem e fiquei intrigada com uma coisa: o misturador fica dentro do pão??? Ou fiz algo de errado?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Taiane. Sim, a pá fica dentro do pão. Depois do pão arrefecer um pouco deve-se retirar a pá, e só depois disso se pode cortar o pão (para não danificar a pá ou a faca).

      Eliminar
  6. Muito boas suas dicas! Eu faço pão manualmente, mas estou procurando uma boa máquina para facilitar minha vida, obrigada!

    ResponderEliminar
  7. Muito obrigada pelas dicas! já agora, como se faz para tornar uma receita para 750G de pão em 500g?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deve-se reduzir as quantidades dos ingredientes na mesma proporção. Obrigada pela visita.

      Eliminar
  8. o açucar e a gordura não sao necessarios, tal como no pao q se compra e o q se faz à mao. eu uso na maquina as mesmas receitas q uso qd faço à mao. experimentem!

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita e pela mensagem!

Por favor assine o seu comentário.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...